Seguidores

terça-feira, 1 de maio de 2012

Poesias, crônicas, contos, artigos etc e tal...

Contador de visitas online

free web counter

Quem sou eu

Minha foto
Brasília, DF, Brazil
Quem sou não sei, quem poderá saber quem é afinal somos apenas imagens captadas como em um fleche, abre-se uma janela escurece uma sala e de lá saímos nós, imagem e semelhança única, digital única célula, particular, como posso saber quem sou se não tenho resposta nem pra o agora, se sou fúria, quando os ventos bradam com suavidade e quero suavidade quando encontro fúria, sou doçura quando o lago reflete minha imagem em sua imagem convexa empírico espelho esférico dos mares das minhas eternas reflexões, refletidas em uma parede invertida, em um espaço azul infinito nas profundezas das águas, e em suas paredes dispostas num paralelismo encontro o perfeito reflexo da imperfeita imagem, em busca da perfeita, busca o olho que nada vê além do que pensa, e no anseio da vida um beijo, a morte anda sempre tão próximos e nós cheios de espasmos no supremo prazer a gloria entre a vida e a morte um eterno duelo que desumaniza os homens, eternizando a dor e a alegria que fundem-se e estremecem quando toca-se quase sem perceber que são uma linha tênue da rosa negra que brota do chão de cimento.

Pulando nossos abismos...

o primeiro selinho a gente nunca esquece, recebi da Marlene, gentil, amiga e companheira...

o primeiro selinho a gente nunca esquece, recebi da Marlene, gentil, amiga e companheira...
Seus globoespaços Momentos Fragmentados DIÁRIO FEMININO... Fiquei realmente comovida com este gesto carinhoso amiga, vou guardá-lo com muito amor e carinho, como se fosse um talismã...

Será...

Será...
A sabedoria é uma abstração do passado, mas o passado é a promessa do futuro. (Oliver Wendell Holmes)

Traduza-me

Em todas as horas

relojes web gratis

Em outras terras...

Deixar-se ir pra um lugar inesperado

Arquivo do blog

Descortinando os Nossos Abismos...

Em outros mundos sempre nós encontramos...